domingo, 20 de novembro de 2011

Real Noroeste derrota a Desportiva Ferroviária por 3 a 0, no Araripe, e conquista a Copa Espírito Santo 2011

Título inédito garante o time de Águia Branca na Copa do Brasil de 2012.

Torcida do Real compareceu ao Estádio Engenheiro Araripe e comemorou o título . Foto: Humberto Gomes





















Um título para coroar a confirmação do Real Noroeste na elite do futebol do Espírito Santo.  Após dois vice-campeonatos consecutivos, o Merengue de Águia Branca colocou de vez seu nome na história do futebol capixaba. Neste domingo, no Estádio Engenheiro Araripe, o Real derrotou a Desportiva Ferroviária por 3 a 0 e conquistou o título da Copa Espírito Santo 2011.

Diante da torcida merengue, que viajou 210 km de Águia Branca até Cariacica e compareceu em bom número ao Araripe, Willy, artilheiro da competição (ao lado de Flávio, da Tiva), com sete gols, marcou duas vezes. Ricardo Paraíba marcou o outro.

O Real Noroeste, que esse ano conquistou o acesso para a Série A do Capixabão, será o representante capixaba na Copa do Brasil de 2012, ao lado do São Mateus, campeão Estadual.

Há um ano e quatro meses no futebol profissional, o Real Noroeste chegou na decisão das três competições que disputou. Em 2010, na final da Copa Espírito Santo, o time perdeu para o Vitória. No primeiro semestre de 2011, os merengues ficaram com o vice da Série B do Capixabão. Mas dessa vez não teve jeito. Após bater na trave duas vezes, o time de Águia Branca comemorou o seu primeiro título.

O jogo


Willy comemora o gol do Real. Foto: Fábio Vicentini
Como Desportiva e Real foram os primeiros colocados em seus grupos e empataram a primeira partida da decisão em 1 a 1, apenas a vitória interessava para as equipes. Um novo empate levaria a decisão para os pênaltis. Mas o Merengue mostrou logo no começo que queria resolver nos 90 minutos.


Logo aos dois minutos de partida, Edmar subiu pela direita e cruzou para área. Willy apareceu para cabecear com eficiência, abrindo o placar no Araripe.

O gol não desanimou a Desportiva, que passou a pressionar os visitantes logo na saída de bola. No primeiro lance após o gol, David carimbou a trave e quase empatou a partida. O jogo ficou lá e cá. Aos sete minutos, Willy arrancou pelo meio e ficou frente a frente com o goleiro Dênis. Mas na hora do chute o atacante adiantou a bola demais e acabou perdendo na dividida. Um minuto depois Flávio bateu por cima do gol de Marcão e arrancou um “uhh” da torcida grená, que lotou o Araripe. O jogo era quente!

Aos 17 minutos, um lance polêmico. Flávio recebeu pela direita, invadiu a área e foi derrubado. A torcida pediu pênalti, mas o árbitro Dvarly do Rosário mandou seguir o jogo. Três minutos depois, o Real quase amplia. Willy recebeu livre, driblou o goleiro Dênis e tocou para o gol. Mas o lateral-esquerdo Geovani Bellon estava esperto no lance e salvou a equipe grená.

O Real Noroeste dominava a partida. Pelas laterais, Edmar e Ricardo Guerra armavam as principais jogadas. Na frente, Willy seguia sendo o jogador mais perigoso. A Desportiva tinha dificuldades para chegar ao gol merengue, mas quando chegava, assustava. Aos 26 minutos, Léo Oliveira cobrou falta e mandou a bola no travessão. Após o lance, o árbitro Devarly do Rosádio deu tempo técnico, mesmo com o tempo frio que fazia em Cariacica.

O tempo técnico não adiantou em nada. Para a Desportiva. Pois o Real voltou com sede de gol. E logo marcou. Em um contra-ataque, o lateral Edmar invadiu a área e chutou. O goleiro Dênis deu rebote e Willy, sempre ele, não desperdiçou, batendo rasteiro. 2 a 0 para o Real Noroeste.

Foto: Fábio Vicentini



















Segundo tempo

Precisando marcar dois gols para levar a decisão para os pênaltis, o técnico Mauro Soares resolveu mudar a equipe. O treinador grená tirou Rodrigo Calixto, apagado no jogo, e colocou Robinho, e tirou Arpini para a entrada de Carlos Vitor.

Foto: Fábio Vicentini
A Desportiva melhorou na partida. Jogando mais rápido e tocando bem a bola, o time animou a torcida grená, que voltou a incentivar. Aos 16 minutos, Thiago cruzou da direita e David e acertou o travessão. A bola ainda caiu e quicou quase em cima da linha.

O atacante Willy, que assumiu a artilharia da competição ao lado do grená Flávio, com sete gols, não aguentou mais e foi substituído por Cemi.

A Tiva tentava de qualquer forma buscar o empate. Mas aos 34 minutos veio o balde de água fria. Em um vacilo da defesa grená, Edmar encontrou Ricardo Paraíba livre dentro da área. O atacante merengue não teve muita dificuldade para marcar o terceiro gol do Real.

Era o fim da linha para a Locomotiva Grená. A volta ao futebol profissional após 12 anos ficou marcada com o vice campeonato. Logo, os torcedores foram deixando o Engenheiro Araripe. Ficaram apenas os merengues, que comemoraram o primeiro título da história do Real Noroeste.

Desportiva Ferroviária: Denis; Thiago, David, Tony e Geovani Bellon; Diogo, Gilmar e Léo Oliveira; Arpini (Carlos Vitor), Flávio e Rodrigo Calixto (Robinho). Técnico: Mauro Soares

Real Noroeste: Marcão; Edmar, Nei, Ricardo Guerra e Tiago; Ivo, Parley, Elton e Pedrinho; Willy (Cemi) e Ricardo Paraíba (Rickson). Técnico: Eleomar Pereira

Jogadores levantam a primeira taça conquistada pelo Real Noroeste Foto: Humberto Gomes.





16 comentários:

  1. Jardhel Oliveira Moreira - via facebook20 de novembro de 2011 07:20

    Haha, se o melhor time do Espirito Santo não ganhou do Real noroeste a desportiva vai ganhar? Conta outra.

    ResponderExcluir
  2. Vinicius Lempé - via facebook20 de novembro de 2011 07:20

    invasao? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Lucas Oliveira - via facebook20 de novembro de 2011 07:21

    Depois de ser vice a vida toda, tinha que vencer uma...

    ResponderExcluir
  4. Panmella Gomes - via facebook20 de novembro de 2011 07:22

    Oh! A Tiva é só forró, a Tiva é só forró....

    ResponderExcluir
  5. Alexandre Salgado - via facebook20 de novembro de 2011 07:22

    Mais um time do interior representará o Es em competições nacionais, AI MEU DEUS!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Rodrigo Castelan - via facebook20 de novembro de 2011 07:23

    ‎3 x 0! se fudeu diva!

    ResponderExcluir
  7. Charles Marques Borges - via facebook20 de novembro de 2011 07:24

    Olha a zebra passeando no Engenheiro Araripe!!!

    ResponderExcluir
  8. Juan Alexandrino - via facebook20 de novembro de 2011 07:24

    A DEUS !!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  9. Islan Santos - via facebook20 de novembro de 2011 07:25

    Reeeeeeeal Noroeste s2 kk

    ResponderExcluir
  10. Victor Andreatta - via facebook20 de novembro de 2011 07:26

    kkkkkkkkkkkkk meia duzia de torcedores calou a diva

    ResponderExcluir
  11. caralho esse time da TiVA e horrivel era pra ser 5x0 facil, facil Real Bem melhor no Jogo :D Ainda mas depois que o Renan entro no jogo

    ResponderExcluir
  12. Raphael Ferreira Bernardo20 de novembro de 2011 17:46

    Ferro velho!!! Diva sempre!!

    ResponderExcluir
  13. Zacharias Cheibub Neto - via facebook20 de novembro de 2011 17:47

    tristeza...quem eh real noroeste? aonde eh aguia branca? essa desportiva eh mais incompetente

    ResponderExcluir
  14. Panmella Gomes - via facebook20 de novembro de 2011 17:47

    E detalhe, Brancão saiu da competição sem ter perdido nenhum jogo, principalmente um banho desses dentro de casa!!! Ah! Se vcs não sabem brincar, não deçam pro play!!!!

    ResponderExcluir
  15. Marcos Vinicius Souza - via facebook20 de novembro de 2011 17:48

    Desportiva ? toma 3 . Meeu brancão pelomenos perdeu cem passar vergonha dentro de casa e só não fooi pra final por causa da servegonhissí do capixaba que não kiss completar a tabela contra a desportiva . Meritoos ao real que mostrou que é a eiquipe mais completa do estado e só por isso ganho do brancão na semi que ja foi a final antessipada, que por muito pouco não chegou até essa final . parabéns merengues !

    ResponderExcluir
  16. Felipe Pereira Paiva - via facebook22 de novembro de 2011 05:07

    Materia de Jornal Rio Branco Atlético Clube cala desportiva em pleno chiqueirão. sai pra lá cambada de mulambos de porcos...

    ResponderExcluir